Síndrome de Burnout: o que é isso e quais são os sintomas?

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por admin
em março 21, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

A correria diária, o estresse e os sentimentos de exaustão podem parecer comuns a algumas pessoas, como se fizessem parte de sua rotina.

Entretanto, por mais estressante e cansativo que tenha sido seu dia, o esgotamento constante não é um bom sinal.

Você precisa estar alerta e perceber os sinais, por menores que sejam, porque pode ser o início de algo muito mais grave: a chamada síndrome de burnout.

Um pouco de dor na barriga e em vez de investigar a causa do problema, você vai direto comprar o misoprostol original porque acha que pode ser úlcera no corpo, mas sempre vai ao médico.

O que é a síndrome de burnout?
A síndrome de Burnout é um problema de saúde muito comum, causado pelo estresse excessivo causado por rotinas de trabalho estressantes. Pode causar sérios danos ao corpo e à mente de uma pessoa.

O nome burnout significa, algo que arde até não restar nada, e é exatamente isso que as pessoas sentem, o nível de exaustão é muito alto.

Quais são os sintomas da síndrome de burnout?
Como mencionado acima, a síndrome de burnout pode aparecer quando a situação de burnout já está no seu limite, o que afeta a saúde e a qualidade de vida da pessoa.

Sintomas :

  • Cansaço e fadiga constantes;
  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Mudanças de humor
  • Problemas de memória
  • Dificuldade de concentração
  • Falta de apetite
  • Depressão;
  • Falta de energia para as atividades diárias
  • Constante sentimento de frustração
  • Diminuição da libido;
  • Tensão constante
  • Sentimento de exaustão física e mental;
  • tristeza
  • Falta de energia.

Estas características podem aparecer a longo prazo, alguns hábitos podem agravar o problema, como por exemplo:

  • A pessoa que quer se isolar;
  • Disposição para deixar o trabalho
  • Alcoolismo
  • Uso de drogas;
  • Dependência de medicamentos;
  • Disposição para cometer suicídio.

Portanto, é importante estar alerta desde os primeiros sintomas, pois as conseqüências podem causar muitos danos, tanto na vida familiar como profissional.

Para resolver a síndrome de burnout, conheça a empresa Cyto Saúde que pode resolver seus problemas.

Como é tratada a síndrome de burnout?
Primeiro de tudo, a pessoa deve reconhecer que não está bem e que precisa de ajuda.

Cuidar da saúde física é essencial, mas cuidar da saúde mental também é muito importante.

É preciso ouro, o corpo enviará mensagens como sinais de que algo não está funcionando como deveria.

E através desses sinais a pessoa procura ajuda para mudar esse quadro.

Então a pessoa terá a coragem de fazer as mudanças necessárias para alcançar uma melhor qualidade de vida.

Na maioria dos casos, a síndrome de burnout é diagnosticada por profissionais da saúde mental, como psicólogos e psiquiatras, após uma consulta para melhor avaliar o caso.

Eles podem identificar se a síndrome foi causada pelo ambiente de trabalho ou se são as atitudes que a desencadeiam.

A terapia e o tratamento psiquiátrico podem ajudar o paciente a melhorar o caso.

O objetivo é quebrar o ciclo de sobrecarga, para evitar o que causa frustração e exaustão mental.

Outra maneira de tratar a síndrome de burnout é fazer mudanças em seus hábitos e incluir práticas que sejam prazerosas e relaxantes.

Por exemplo, atividade física, noites descansadas de sono e uma dieta balanceada.

Nestes novos hábitos é necessário incluir um período de descanso mais longo para ter uma melhor qualidade de vida.

Como se pode prevenir a síndrome de burnout?
A melhor maneira de prevenir a síndrome de burnout é reduzir ou evitar certos hábitos que causam estresse.

Hábitos saudáveis impedem o aparecimento da doença.

  • Estabeleça metas em sua vida profissional e pessoal,
  • Estabelecer horários,
  • Tenha momentos de família.
  • Fugir da rotina
  • Evitar o contato com pessoas negativas
  • Reserve tempo para fazer o que você mais gosta, seja lendo um livro, assistindo a um filme ou mesmo não fazendo nada.
  • Praticar atividades ao ar livre

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.